Resenha: Paixão Sem Limites - Abbi Glines

| 0 comentários

PAIXÃO SEM LIMTES

Série Sem Limites, Livro 1 | Rosemary Beach, Livro 1

Autora: Abbi Glines | Editora: Arqueiro
Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.
=== Resenha ===

Este mero clichê sem sombra de duvidas é o tipo de livro que você começa e não consegue mais largar mesmo sendo tudo o que já é esperado. Sim, ele é um tanto previsível, afinal de contas, quem ama esse tipo de gênero já está bem acostumada com aquela velha história da garota pobre e sem rumo se apaixonar pelo bad boy podre de rico que está em volta de problemas e segredos. Quem nunca leu um livro assim?
Mas…
A autora conseguiu escrevê-lo de forma que torna impossível desgrudar dele antes de finalmente ter lido a última página. O segredo que está envolvido nele foi a única coisa que realmente me impressionou, pois eu não esperava por aquilo, mas no decorrer do enredo tudo o que eu já imaginava e esperava foi acontecendo gradativamente.

- # -

Desde cedo Blaire não tem uma vida normal de uma adolescente, ela tem em seus ombros muitas responsabilidades e o motivo principal disto é que ela e sua mãe foram abandonada por seu pai no momento mais critico de suas vidas: quando Valerie, sua irmã gêmea morrera.
Aos 16 anos, se não bastasse já tudo o que passava, descobriu que sua mãe estava com câncer e ardorosamente durante 3 anos lutou com a mulher cada segundo para sua sobrevivência, mas infelizmente ela acabou falecendo, deixando inúmeras contas medicas a serem pagas e isto só foi resolvi após Blaire vender a casa que crescera e que recebera de herança de sua avó.
Agora com 19 anos se via sozinha e sem um lar a qual volta, sua única escolha fora se comunicar com o pai que não lhe dava a mínima bola e torcer que pelo menos desta vez seu coração fosse amolecido. Finalmente o homem assumiu alguma responsabilidade e pediu que ela fosse morar com ele e sua nova família. Mas como tudo que era bom durava pouco… Qual não fora sua surpresa ao descobrir que seu pai havia ido para Paris com a atual mulher? Aquilo deixou Blaire totalmente sem rumo, perdida, sentindo-se triste pelo homem novamente fugir de sua responsabilidade e a abandonar com fizera há 5 anos atrás.
Por sorte Blaire de alguma forma havia conquistado Grant a qual se diz ser amigo de Rush, dono daquela mansão que seu pai morava com a atual mulher (mãe de Rush), e o jovem rapaz convenceu o proprietário que deixasse Blaire ficar por ali até que tudo fosse resolvido, afinal de contas, uma hora eles conseguiriam entrar em contado com o pai da garota para lhe avisar que ela estava ali e saber o que deveriam fazer com ela.
Logo de cara Rush se mostra um riquinho metido a besta que se envolve com qual piriguete que seja extremamente atraente, sem contar que ele deixa bem claro que não gostar nenhum pouco dela por achar que a garota é uma copia fiel do pai; uma mal caráter que quer apenas levar uma vida boa sem precisar fazer nada.
Porém com o passar do tempo a jovem se mostra de outra forma começando pelo dia seguinte a sua chegada quando tenta começar a arrumar a casa e Rush diz não precisar, a atitude seguinte que revela que ela não parece nada com o pai é não reclamar do pequeno quarto em baixo da escada, destinado a empregados, que Rush a faz ir morar, logo em seguida tem também a sua ida a procura de empregos. E foi desta forma que aos poucos Blarie foi conquistando esse bad boy, mas o segredo que ele esconde pode acabar com qualquer amor que ambos possam construir.

- # -

Este livro em encantou, me emocionou e me fez sofrer nos momentos ideais, mesmo sendo um mero clichê. O fato de ser em primeira pessoa ajudou bastante a adentrar nos conflitos da personagem, foi como se eu pudesse ser ela em alguns momentos. A Abby mesmo escrevendo algo tão comum conseguiu me prender de uma forma a qual me hipnotizou em cada página tanto que terminei o livro em apenas um dia.

https://lh5.googleusercontent.com/-WsKGy4SY_6k/U9RVySnP-BI/AAAAAAAAjTU/JHYo9CphCgo/s296/jessica1.png

0 comentários:

Postar um comentário

O blog Miih e o Mundo Literário agradece pelo comentário.